segunda-feira, 3 de dezembro de 2007

Prazeres

Não sei se seria adepto de BTT se me obrigassem a percorrer sempre os mesmos trilhos. Não ando de bicicleta para manter a forma física e não sou capaz de sair de casa só para fazer quilómetros.


O Btt dá-me muito prazer. Muito mesmo!! Mas também serve de pretexto para uma série de outros prazeres.

O que eu gosto é das aldeias remotas no meio das serras.

E daquelas paisagens, que nos obrigam a parar e tirar uma foto.

E daquele silêncio quando estamos estendidos no chão a descansar de uma subida poderosa.

E daqueles riachos que nos obrigam a parar para dar um mergulho.



E as pessoas??!!

...que nos abrem a porta de casa para abastecermos as nossas mochilas de água.

...que não escondem a alegria de poder conversar com alguém durante 5 minutos.

...que não perdem a oportunidade de nos dar a provar um copo de vinho.



O que eu gosto mesmo é de pedalar por onde nunca pedalei, e principalmente de pedalar por onde tenho a sensação que nunca ninguém pedalou...









3 comentários:

Hanau disse...

Se eu tivesse um blog, mais cedo ou mais tarde escreveria este post...
Talvez as fotos fossem diferentes, mas o sentimento seria o mesmo.

Bons passeios..

Daraopedal disse...

Como eu te percebo, amigo! Como eu te percebo...
É o mesmo sentimento que me move para o BTT, para o pedestrianismo e para o Geocaching! A descoberta!

Ultimo disse...

O sentimento é recíproco. Boas Pedaladas!

 
Clicky Web Analytics